Qual tomada é a certa?

Qual tomada é a certa?

Qual o melhor padrão de tomadas para sua residência? O padrão americano, japonês ou brasileiro? Embora seja redundante dizer, mas no Brasil existe apenas o padrão brasileiro de tomadas e que os demais são apenas exemplos. O certo é que não devemos economizar na escolha de produtos quando o assunto é energia elétrica. Outro ponto em constante discussão está relacionado à amperagem: devemos usar as tomadas de 10 ou 20 amperes?

Na verdade, vai depender de fatores técnicos, bem distantes da simples estética decorativa ou do gosto pessoal do eletricista ou proprietário do imóvel. Recentemente, o governo definiu algumas mudanças nos padrões a serem utilizadas em todo o território nacional. Ao contrário do que se pensa, as alterações nas tomadas brasileiras levaram alguns anos:

  • Março de 1993: foi iniciado o projeto de padronização de plugs e tomadas, À época existiam mais de 10 tipos de plugs e 15 tipos de tomadas diferentes.

  • Julho de 1994: a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) apresentou alguns projetos para 10 a 20 amperes e foram aprovados dois anos mais tarde;

  • Novembro de 2002: foi publicada uma norma padronizando o uso doméstico até 20 A/250 V em corrente alternada;

  • 1° de julho de 2011: a partir desta data, todos os eletroeletrônicos deveriam ser fabricados com o novo padrão brasileiro de tomadas.

Padrão americano x padrão japonês x padrão brasileiro

tipo de tomada pelo mundo

O ideal era termos um padrão único para todo o mundo, mas, infelizmente, a discussão surgiu durante a 2ª Grande Guerra Mundial. Foi durante este período que surgiu a grande variação de modelos, com os países seguindo suas próprias orientações. Por isso, na dúvida, um profissional qualificado te ajudará a definir o melhor sistema para o imóvel.

O modelo brasileiro, apesar de não ser o mais comum, possui características de segurança muito importantes. Para uma melhor compreensão, vejamos as principais características dos padrões americanos, japoneses e brasileiros.

  • Padrão americano de tomadas (tipos A e B): alguns possuem três pinos, sendo dois em formato de “faca” e o aterramento em forma de “U” invertido. Não possuem encaixe protetor.

  • Padrão japonês de tomadas (tipos A e B): alguns possuem três pinos, sendo dois pinos idênticos em formato de “faca” e aterramento redondo. Não possuem encaixe protetor e são mais difíceis de soltar os plugs por conta do encaixe mais apertado.

  • Padrão brasileiro de tomadas (tipo N): possui três pinos redondos, sendo o central um pouco abaixo dos outros. Possui encaixe protetor com cerca de 8 a 12 milímetros de rebaixamento.

Onde utilizar as tomadas de 10 e 20 amperes

tomada 110v x tomada 220v

As tomadas de 10 amperes, com dois ou três pinos mais finos são as mais comuns no mercado, ao ponto de muitas pessoas desconhecerem as de 20 amperes. São indicadas para aparelhos com potência máxima de 1000 w, como ventiladores, televisores, equipamentos de som residenciais, computadores de uso doméstico etc.

Já as tomadas de 20 amperes são utilizadas em aparelhos e equipamentos com potência superior a 1000 w, como aparelhos de ar-condicionado, micro-ondas, aspiradores de pós, estufas, autoclaves, secadores de cabelo profissionais etc. Em geral, são direcionadas à área de serviço, garagem e cozinha.

Toda e qualquer possibilidade de minimizar problemas com a energia elétrica e seus equipamentos eletroeletrônicos deve ser pensada e executada. Não tente aumentar o orifício das tomadas de 10 amperes para que caibam os pinos maiores para não correr o risco de curto-circuito no sistema elétrico da sua residência. Em casos de dúvidas, contrate um profissional qualificado para fazer a instalação.

Entendeu a diferença entre as tomadas e o porquê de 10 e 20 amperes?

Avalie este conteúdo:
Qual tomada é a certa?
Avalie esse serviço!