Dicas e ideias inspiradoras de iluminação para sua casa

Dicas e ideias inspiradoras de iluminação para sua casa

Um ambiente mal iluminado não é muito agradável, principalmente, quando feito sem nenhuma inspiração. O resultado, sem dúvida, não será dos melhores. Entretanto, quando dissemos que um ambiente está mal iluminado, na verdade, não estamos nos referindo à possíveis espaços escuros ou com excesso de sombras, mas ambientes cuja iluminação não foi dimensionada, direcionada e disposta de forma correta.

Uma iluminação de qualidade tende a valorizar espaços, destacar detalhes, objetos de arte, transmitindo sensações que não poderiam ser percebidas sem luminosidade ideal.

Hoje, é impossível não ter ideias inspiradoras sem coloca-las em prática quando o assunto é iluminação de ambientes. São vários tipos e formatos de lâmpadas, luminárias e spots, que valorizam de forma muito especial qualquer tipo de ambiente, seja interno ou externo, comercial ou residencial.

Nossos profissionais especializados em iluminação prepararam algumas dicas interessantes que vamos falar logo abaixo. Vem com gente!

Iluminação externa

Dicas de iluminação para o jardim

A iluminação de ambientes externos pode ser usada para valorizar jardins, fachadas, piscinas, varandas que podem ser enriquecidos com itens de qualidade e bom gosto. Mas, como dimensionar a quantidade de iluminação necessária para os ambientes externos? Certamente, vai depender de diversos fatores, como a dimensão da área a ser iluminada, por exemplo.

Em geral, a dimensão do ambiente externo a ser iluminado força a utilização de luzes mais intensas, que devem ser bem posicionadas e protegidas para terem um maior alcance. Por isso, escolha uma iluminação que possa ser melhor difundida do que uma que, inclusive, impeça a distinção de objetos. Um profissional especializado poderá ajudar a planejar e evitar gastos desnecessários.

Tipos de iluminação externa:

  • Refletores: para iluminação de áreas mais extensas;
  • Refletores de segurança: acionados a partir de sensor de movimento ou luminosidade;
  • Balizadores: mais utilizada para a iluminação de caminhos em jardins ou entradas;
  • Arandelas: para serem colocadas em paredes, muros ou em alguns postes.

Iluminação interna

Dicas de iluminação na sala

Você pode utilizar a iluminação para valorizar a sua casa e deixar a área interna ainda mais bonita e elegante. Um dos erros mais comuns é imaginar que quanto mais iluminado é um ambiente, mais valorizado fica.

O ideal é contratar em projeto luminotécnico, porque com será mais fácil se esquivar dos erros e dos gastos desnecessários. Como costumamos dizer: planejamento é fundamental.

Além de diretas ou indiretas, a iluminação de ambientes internos possui uma variedade de modelos, tipos e formatos.

  • Luminárias embutidas: podem ser colocadas em nichos ou sancas de gesso;
  • Pendentes: podem ser formados por apenas uma luminária ou várias de um mesmo tamanho;
  • Abajures: de diversos tipos, tamanhos e dimensões, são uma opção excelente para pequenos espaços;

Dicas para você iluminar sua casa

Dicas de iluminação no quarto

  • Projeto luminotécnico: não espere gastar muito dinheiro ou ver que fez as escolhas erradas de lâmpadas e luminárias para só depois contratar um projeto de iluminação;
  • Lâmpada certa: tonalidade e potência devem estar bem mensuradas para cada ambiente. Se deseja um lugar calmo e aconchegante, utilize a tonalidade mais amarelada. Prefira luz fria na cozinha e banheiro;
  • Iluminação central: faça a instalação em paredes e tetos em ambientes mais amplos e comuns;
  • Material adequado: existem luminárias de vários tipos de materiais. Por isso, escolha a que melhor se adequa ao seu gosto e bolso;
  • Iluminação indireta: colocadas no piso, no teto, em sancas, em nichos, são perfeitas para serem usadas com outros tipos de iluminação, criando cenários distintos;
  • Iluminação direcionada: quando se quer dar ênfase ou destacar algum objeto, obra de arte ou espelhos, por exemplo;
  • Iluminação direcionada: quando mais sutil, é ideal para ambientes de leitura;
  • Harmonizando ambientes: utilizando mesmos tipos de luminárias em ambientes diferentes;
  • Dimensões: nunca use uma luminária que fique desproporcional ao ambiente;
  • Ofuscamento: pode ser direto ou indireto, quando reflete em alguma superfície e atinge os olhos.

Como em quase tudo na vida, o principal é ter bom gosto e bom senso. Evitar exageros é fundamental para uma iluminação de qualidade. Por isso, conte sempre com os profissionais qualificados da Master House para te ajudar com os projetos luminotécnicos da sua casa e evite gastos desnecessários.

Avalie este conteúdo:
Dicas e ideias inspiradoras de iluminação para sua casa
Avalie esse serviço!