Divisórias e paredes de Drywall – materiais e aplicação

Divisórias e paredes de Drywall – materiais e aplicação

Se você precisa colocar uma divisória, forro ou revestimento na sua casa ou escritório e não tem muito tempo para fazer uma reforma, a melhor opção é o drywall. Conhecido como gesso acartonado, ele é um material que não precisa de adição de água no momento da concepção, além de garantir uma instalação rápida e limpa. Também gera uma quantidade muito menor de entulho: cerca de 5% comparado a outros materiais. Além disso, o material necessita de planejamento antes da aplicação.

O grande diferencial do drywall em relação à alvenaria é a facilidade na modificação rápida de layouts dos ambientes. Por isso, existe a preferência pelo material para dividir espaços em prédios residenciais e comerciais.

A única restrição trata-se de paredes estruturais, que necessitam suportar grande peso, nas quais o material não é recomendado. Um benefício do drywall é a possibilidade de instalar sistemas de iluminação, hidráulica e telefonia na parte interna de sua estrutura ainda na fase de montagem, o que evita um possível “quebra-quebra” nas paredes de alvenaria.

Por fora, após a aplicação da massa PVA ou acrílica, sua aparência é de uma parede de alvenaria. Por dentro, ele combina estruturas de aço galvanizado (aço submetido a um processo químico para protegê-lo da corrosão) com chapas de gesso de alta resistência mecânica e acústica. O uso das chapas de drywall é bastante versátil, podendo ser utilizado para criar acessórios como nichos, closets e prateleiras. Além disso, há diferentes tipos de chapas, sendo as básicas:

  • Chapa Branca (Standard – ST): utilizada em qualquer ambiente seco.

 

  • Chapa Verde (RU): indicada para áreas que recebem umidade intermitente e por tempo limitado como banheiros, áreas de serviço e cozinhas.

 

  • Chapa Rosa (RF): utilizada em saídas e escadas de emergências, por sua alta resistência ao fogo.

 

O arquiteto e decorador Mario Catani explica que a aplicação do drywall é feita sobre uma estrutura parafusada e depois recoberta com massa para drywall, cobrindo os vãos entre as chapas e marcas de parafuso. Existem estruturas diferentes para forro e paredes que costumam ser de aço galvanizado. Também podem ser usados caibros de madeira como estrutura para as chapas de gesso.

Vantagens de se reformar com o drywall:

  • Montagem ágil e limpa: Uma parede divisória demora de 8 a 12 horas para ficar totalmente pronta, além de gerar pouquíssimo entulho. Desta forma, manutenção e reparos também são feitos com mais agilidade.
  • Versatilidade: O drywall permite muitas soluções, como o uso de curvas e recortes para iluminação embutida, por exemplo.
  • Acabamento: Além de aceitar qualquer tipo de acabamento (pintura, textura, azulejos, granito, papel de parede, lambris de madeira, etc.), o material proporciona precisão nas medidas e acabamento impecável.
  • Ruídos: O sistema contribui para o isolamento de sons e a diminuição da transmissão de ruídos.
  • Mais espaço sobrando: As paredes de drywall são mais estreitas do que as de outros materiais, como tijolos ou blocos, por exemplo. Por isso, há um ganho de área útil de cerca de 5%.

A Master House busca oferecer o melhor serviço de gesseiros, atuando em todos os estados do Brasil, para fazer seu serviço de drywall. Também suas dúvidas online, caso deseje saber se o seu serviço de gesso está sendo feito da maneira correta.

 

Solicite já seu orçamento de drywall ou gesso

Avalie este conteúdo:
Divisórias e paredes de Drywall – materiais e aplicação
Avalie esse serviço!