Chuveiros a gás ou elétricos: qual a melhor opção para água quente?

Chuveiros a gás ou elétricos: qual a melhor opção para água quente?

A opção por chuveiros a gás ou elétricos vai depender dos hábitos de consumo de quem precisa da instalação. Os impostos e taxas cobradas pelas companhias de energia elétrica também implicam em uma conta matemática que possa comparar os dois sistemas de aquecimento. O consumo de energia de uma residência em que as pessoas utilizam água quente é quase 25% do total da conta mensal.

Avaliando por este lado, poderia se dizer que a economia de um chuveiro a gás é mais interessante, uma vez que o metro cúbico do gás é mais barato do que os valores cobrados da energia elétrica. Por isso, um fator a ser considerado na hora de optar pelo melhor sistema é que o gás demanda um tempo maior para aquecer a água, enquanto a resistência da água aquece em menos tempo.

E quanto à instalação? Bom, para se ter um chuveiro elétrico com segurança é necessário aterramento elétrico bem feito, já que o fio terra é imprescindível. O sistema a gás também tem seus requisitos obrigatórios de segurança, como uma tubulação bem instalada em um local arejado e saída de ventilação. Acompanhe algumas dicas que separamos para você.

Chuveiros elétricos

chuveiro elétrico branco

A Agência Nacional de Energia Elétrica sempre dá dicas para reduzir os custos de consumo de energia. Veja aqui algumas delas:

  • Tomar banhos curtos, deixando a temperatura no verão e observando a potência de seu chuveiro para fazer a média do consumo;

  • Como vantagens deste sistema elétrico temos a baixa manutenção e rapidez no aquecimento.

  • Por outro lado, as maiores desvantagens de um chuveiro elétrico são o alto consumo de eletricidade e água.

Estima-se que o consumo de um chuveiro por uma hora na posição inverno é por volta de 4 a 6 quilowatt hora (kwh), enquanto que na posição verão a média cai para 2,5 a 3,5. Já tinha parado para pensar sobre isso?

Chuveiros a gás

chuveiro a gás

Se tudo for instalado corretamente, inclusive com o mecanismo que interrompe o fornecimento de gás, não haverá riscos de intoxicação nem de incêndio. Os aspectos positivos englobam a durabilidade, modo automático de acionamento e maior vazão de água por minuto. Já os negativos estão relacionados ao alto custo de instalação (tubulações de qualidade, pressurizadores, tubo de ventilação para liberação de vapor de água etc).

Então, pensando bem, qual modelo que melhor se adequa a sua necessidade diária? Quantas pessoas fazem uso do consumo de água na sua residência? Compare, analise e decida a forma mais conveniente para o seu dia-a-dia, ponderando custos e benefícios. E lembre-se dos cuidados básicos na hora da instalação.

Se precisar de ajuda, contrate os profissionais da Master House para executar o serviço.

Avalie este conteúdo:
Chuveiros a gás ou elétricos: qual a melhor opção para água quente?
Avalie esse serviço!