Conheça os diferentes tipos de cimento para sua obra

Conheça os diferentes tipos de cimento para sua obra

Principal material usado nas obras no mundo inteiro, todo cimento é chamado mundialmente de Cimento Portland por ter sido criado e patenteado em 1824 pelo construtor inglês Joseph Aspdin.

O cimento é resultado de misturas feitas com queima e moagem de argila e pó de pedra calcária retirado das ruas. Ao adicionar água consegue-se um material de dureza similar às pedras utilizadas nas edificações.

Os cimentos não são todos iguais, existindo vários tipos, com diferentes características. Conheça mais:

 

Etapas da fabricação do cimento

 

  • 1. Moagem e mistura da matéria-prima;
  • 2. Produção do clínquer;
  • 3. Moagem do clínquer, mistura com gesso, pozolana e escória.
  •  

    Tipos

     

  • CP-I
  • Cimento Portland Comum. Não possui nenhum tipo de aditivo, além do gesso, responsável por retardar o endurecimento do cimento permitindo um tempo maior para realizar a aplicação
    Produção direcionada para a indústria.

  • CP-II

  • Cimento Portland Composto. Possui aditivos em sua composição o que faz com que tenha menor calor de hidratação, ou seja, libera menos calor quando em contato com água. É dividido em 3 tipos:

      CP-II E: com adição de escória de alto-forno.
      CP-II Z: com adição de material pozolânico (cinzas vulcânicas).
      CP-II F: com adição de material carbonático-fíler. É um cimento versátil e usado em todas as fases da obra.

  • CP-III

  • Cimento Portland de alto-forno. Tem em sua composição entre 35% e 70% de escória de alto-forno. Possui alta impermeabilidade e durabilidade, baixo calor de hidratação, alta resistência à expansão, resistente a sulfatos, menos poroso e mais durável.

  • CP-IV

  • Cimento Portland Pozolânico. Tem em sua composição entre 15% e 50% de material pozolânico. Oferece estabilidade, baixo calor de hidratação, é pouco poroso e resistente a ação da água do mar e esgotos. É recomendado para concretagem de grandes volumes e em altas temperaturas.

  • CP-V
  • Cimento Portland de Alta Resistência Inicial. Possui alta reatividade nas primeiras horas de sua aplicação, atingindo resistências elevadas em pouco tempo. Passados 28 dias atinge resistências maiores que cimentos convencionais.

    É utilizado em larga escala para obras industriais que exigem tempo menor para desforma. Recomendado somente para fabricação de concreto.

  • RS

  • Cimento Portland Resistente a Sulfatos (presentes em redes de esgotos, ambientes industriais e água do mar). Indicado para construções nesses locais.

  • Branco

  • Cimento Portland Branco. Apresenta em sua composição entre 35% e 70% de escória de alto-forno. Possui alta impermeabilidade e durabilidade, baixo calor de hidratação, alta resistência à expansão, é resistente a sulfatos, menos poroso e mais durável.

    É importante ter em mente que em cada região do Brasil encontra-se um tipo de cimento mais que outros. Isso ocorre por conta da disponibilidade do aditivo de cada cimento não necessariamente está disponível em abundância em todo o território.

    O traço (medidas de água, areia e cimento) da argamassa feita pelo pedreiro para construir muros ou rebocar áreas de alvenaria deve ser feito com cuidado, nas medidas exatas para a mistura adquirir as corretas propriedades químicas e de resistência para cada fase da obra.

     

    Solicite já seu orçamento de reforma

    Avalie este conteúdo:
    Conheça os diferentes tipos de cimento para sua obra
    Avalie esse serviço!